quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

A primeira de 2009: Satriani e Vox criam novo pedal

Após o lançamento, em outubro de 2008, do pedal de distorção Vox Satchurator, que leva a assinatura do mestre da guitarra Joe Satriani, a Vox anuncia para janeiro de 2009 sua nova “caixinha” de efeitos, chamada Time Machine, também com a rubrica do guitarrista. O equipamento traz dois tipos de delay, o que reforça a promessa de boas possibilidades sonoras. São eles o “modern”, que espelha o som original do instrumento com clareza e fidelidade, encaixando em qualquer estilo musical; e o “vintage”, que revive os clássicos delays de fita. Segundo o fabricante, a qualidade deste pedal é resultante de um processo contínuo de ensaios e testes para o refinamento do produto, efetuados em conjunto com Joe Satriani.

Opção entre Hi-fi e Lo-fi ajuda a refinar o timbre

Seja no palco ou no estúdio, a versatilidade deste pedal aumenta com a adição de uma chave seletora, que alterna entre Hi-Fi e Lo-Fi. O modo Hi-Fi oferece um som transparente, sem colorido, conforme descrito no site da Vox. Por outro lado, a opção Lo-fi cria uma sonoridade ajustada ao gosto do Joe. Já o circuito interno do Time Machine promete um som quente, analógico, com um leve toque de distorção.

Especificações técnicas:

• Controles: Level, Delay Range, Time, Feedback, ON SW, Tap & Modern/Vintage SW, Hi-Fi/Lo-Fi SW;
• Uma entradas e duas saídas, sendo uma delas para o som limpo;
• Tempo máximo de delay de 5800 milissegundos, via “Tap-Tempo”, 1000 milissegundos, via “Delay control”;
• Fonte de energia: bateria de 9V ou adaptador AC (vendido separadamente); e
• Peso: 600g (sem baterias).

O estúdio mais famoso de Londres vira software

Já pensou em ter parte dos equipamentos utilizados no lendário Abbey Road Studios em seu computador?

Para tornar essa façanha real, são comercializados pelo site www.abbeyroadplugins.com três tipos específicos de plug-ins. São eles o TG Mastering Pack, que emula ferramentas clássicas de masterização, como o equalizador TG 12412 (acima), de quatro bandas, além dos consoles TG12410 e TG12414; o TG 12413 Limiter, representando os mesmos tipos de compressores utilizados pelos Beatles e pelo Pink Floyd, no disco Dark Side of the Moon; e o Brilliance Pack, fornecendo digitalmente os EMI RS127 e RS135 EQ (acima e à direita), equalizadores desenvolvidos no início da década de 60 que trabalhavam em conjunto com o raro mixer REDD.

Segundo o fabricante, os plug-ins seguem padrões de modelagem digital análogos aos circuitos originais destes equipamentos, proporcionando as mesmas possibilidades de operação executadas em gravações feitas na época. Fundado em 1931 pela EMI, o Abbey Road, que leva o mesmo nome da rua onde se localiza em Londres, é considerado o estúdio mais famoso do mundo. O reconhecimento se deve à capa do disco dos Beatles Abbey Road (abaixo), de 1969, que mostra os quatro integrantes do grupo atravessando a faixa de pedestres quase em frente ao tradicional estúdio.


Além dos Beatles, que gravaram praticamente 90% de seu acervo no Abbey Road, e do Pink Floyd, já passaram por lá artistas e bandas como Queen, U2, Oasis, Green Day, Radiohead, Nightwish, James Taylor, Red Hot Chili Peppers, John Mayer, Sting, Kate Bush, entre outros. Para informações detalhadas (em inglês) sobre os plug-ins, disponíveis nas versões TDM, RTAS, AU e VST para Mac OS X e Windows, entre em contato pelo e-mail plugins@abbeyroad.com.


Masterização sob a ótica do lendário equalizador TG12412 (em inglês)

Nenhum comentário: