quarta-feira, 30 de julho de 2008

Tem Russo no Samba

Anna Klesun não fala uma só palavra de português. A revelação surpreende os poucos brasileiros na platéia, emocionados ao ouvir esta moscovita esguia cantar o Samba do Avião aqui, do outro lado do mundo, com direito a falsete e tudo mais. Oscilando entre ss chiados e sibilantes, como se conhecesse a doce rixa Rio-São Paulo, pronunciava versos inteiros de Tom e Vinícius sem titubear, salpicando neles um charmoso sotaque russo.

Foto de celular, perdão pela qualidade sofrível

O fato é que a vocalista da banda Esh aprendeu a cantar nessa língua que desconhece, decorando feito papagaio e ajudada por privilegiado ouvido. (Acho que os desafinados-que-também-têm-um-coração só têm vez do lado de baixo do Equador.) Desliza em “aquatipebê” (água de beber) e em um ou outro trecho, é bem verdade. Diz ela que faz esporádicas aulas de fonética com uma professora... portuguesa. É bom explicar que o russo e o português têm muitos fonemas em comum, valiosa ajuda. Mas, ainda assim, há que se tirar o chapéu para Anna e seu vozeirão lusófono. O grupo Esh se apresenta toda terça no Club Forte (Bolshaya Bronnaya 18 - Большая Бронная, 18), em Moscou.

Perguntado sobre a razão do interesse pela bossa nova, aqui apresentada como “Brazilian Jazz”, o pianista Igor Nadejdin, líder da banda, devolve a pergunta:

- Se você tivesse que escolher, não escolheria a música brasileira?

Certamente, penso eu, arrependida da pergunta meio óbvia.

Nadejdin tampouco fala português, mas se declara comovido pelo Samba do Avião a cada performance. Conheceu a MPB em Israel, por influência de um punhado de judeus brasileiros que levou para a Terra Santa essas melodias capazes de apaziguar vizinhanças belicosas e apaixonar russos desterrados. Melodias que também abalam as estruturas de jornalistas brasileiras que se acham valentes e cosmopolitas, mas que se arrepiam e chegam a ter os olhos marejados ao ouvir o “Rio de Janeiro, Rio de Janeiro”, mesmo que pronunciado com x por uma estrangeira que jamais viu o Cristo Redentor com os braços abertos sobre a Guanabara...

Fonte: O Globo

Nenhum comentário: